O Grande Irmão Está de Olho em Noz

1984: O Livro de George Orwell

Todo início de ano é igual: a gente fica na frente da televisão comentando a vida de um monte de gente bonita que fica presa dentro de uma casa, comentando a vida dos outros.

Pois é, o Big Brother Brasil, da Rede Globo (plim, plim!), é um programa atrativo por muitos motivos, mas principalmente porque a gente adora dar pitaco na vida dos outros. Tentar controla-los.

Mas e se o mundo fosse realmente algo “fechado”, em que nenhum de nós tivesse acesso à verdade? Se todos nós fossemos controlados pelo governo, que, de tão forte e ditatorial, conseguisse fazer com que a gente não tivesse outra alternativa, se não acreditar na realidade informada por eles?

1984

Essa é uma das premissas do livro “1984”, de George Orwell, escrito em 1948.

O autor expõe a realidade futurista distópica na forma da história de Winston Smith, que é um “funcionário público”, trabalhando para um governo, o Partido, que o controla com “mão de ferro”, a ponto de observar cada passo dado por ele, inclusive na intimidade do seu lar.

Para se ter uma ideia do absurdo controle exercido pelo Partido, o personagem começa a sua jornada travando uma luta interna sobre a vontade de escrever palavras num papel.

A sociedade que o cerca é formado por outros como ele, que também são controlados por todos os meios possíveis, e complementam a luta interna de Winston, colocando pontos de vista de ambos os lados, o da revolução e o da submissão.

Além do Partido e dos servidores que trabalham para ele, há ainda “os proletas”, que, pelo comportamento descrito, aparentam serem personagens muito curiosos, até mesmo familiares.

A parte mais chamativa do livro é a demonstração de que o Partido, de forma a manter a população sob seu controle, cria um personagem, o Grande Irmão (Big Brother), que está sempre à mostra em cartazes espalhados por todas as partes, junto com a inscrição: O GRANDE IRMÃO ESTÁ DE OLHO EM VOCÊ. Isso cria uma interpretação dúbia, considerando controle que o governo existente no livro exerce sobre a população. Será que ele nos protege ou nos vigia? Aliás, o Grande Irmão não faz parte do Partido, o Grande Irmão é o Partido.

Uma leitura muito interessante, que abre a mente para criar uma ligação entre a realidade de Winston e a nossa realidade, e que demonstra que Orwell era uma pessoa que via muito à frente do seu tempo.

E é exatamente o Grande Irmão criado por Orwell que dá origem ao programa Big Brother Brasil. Estamos sempre de olho em todos os ângulos daquela casa, “sabendo” de tudo que acontece lá, e de certa forma influindo na vida dos participantes do programa, ou sendo influenciados por eles.

Falta quanto tempo mesmo para o próximo BBB?

100-nozes

10 nozes

Por Marcos Moreira: que também tem um grande irmão que está sempre de olho nele.