SNN #078 – Donnie Darko

Guerreiros, em guarda!

Nesta missão, Marcos Moreira (@marvincosmo), Rafael Motta (@RalfMotta), Clarisse Machado (@clamlemos), Fábio Moreira (@facosmo) e vão escrever o tratado definitivo (só que não!) sobre o filme mais confuso de todos os tempos!

Para fazer o download da nossa missão ou ouvi-la em outra aba do seu navegador, basta clicar no link abaixo:

SNN #078 – Donnie Darko

Se quiser ter o nosso podcast no seu app de podcasts ou agregador favorito, você pode assinar o nosso Feed, ou então, encontrar o Sabre Na Noz na iTunes Store!

Você também pode mandar a sua mensagem, de texto ou voz, para o nosso Whatsapp! O número é: (21) 99569-0065

Conte para nós se você já viu este filme, quais são as suas opiniões sobre ele, ou, se não viu, se pretende vê-lo, deixando seu comentário aqui no post, ou mandando o seu e-mail para sabrenanoz@gmail.com.

O Sabre Na Noz também pode ser encontrado no Facebook, Twitter, Instagram, Skoob, Filmow, Tumblr ou no Google Plus!

Não deixe de ler o texto e ouvir as outras missões mencionadas neste episódio:

Guerreiros Também Choram – Lado a Lado

SNN #041 – O Abutre

SNN #042 – Clube dos Cinco

SNN #043 – A Teoria de Tudo

SNN #075 – O Exterminador do Futuro

Agradecimentos especiais ao Rafael Motta pela vitrine!

Continuem a postos para mais missões!

  • Pingback: SNN #098 – Na Natureza Selvagem |()

  • Raul Mendonça Siqueira

    Salve Guerreiros!
    Eu tenho uma interpretação do filme que resolve o Paradoxo do Avô.
    Antes do Donnie ficar preso no looping temporal dentro do Universo Tangente, ele havia feito tudo aquilo. A chave para essa interpretação é entender o coelhão por um ponto de vista cético: o coelho não é o fantasma de Frank, o coelho é a personificação da consciência de Donnie que veio do futuro (what?).
    Viajado demais? Acompanhem o raciocínio:
    No Universo Primário, Donnie inunda a escola e toca fogo na casa do pedófilo por causa do
    livro que a professora de Inglês; ele sabe que o Jim é pedófilo porque viu no video motivacional o
    tapinha que Jim na bunda do menino gordinho que faz xixi na cama; a festa de
    Halloween rola porque os pais de Donnie são muito permissivos (isso acontece com parte do pais de filhos que tem problemas
    psicológicos/psiquiátricos), ele resolve ir no porão da velha Sparrow pra pregar
    uma peça de Halloween nela junto com os amigos e Gretchen, porque em um momento anterior o pai dele disse que quando era mais novo sempre quis invadir o porão dela; e finalmente mata o
    Frank quando o mesmo atropela Gretchen (ele havia pego a arma anteriormente em um ataque de
    sonambulismo enquanto cochilava na sala). Donnie fica perturbado, porque seu amor morreu por uma babaquice sua e ainda por cima matou uma pessoa em um surto de raiva. Enquanto reflete sobre todas essas merdas do alto daquela colina, observa aquela tempestade e o avião, então acontece o Acidente que corroe o tecido da Quarta Dimensão, o Buraco de Minhoca. Donnie tinha o desejo de voltar no tempo para desfazer suas merdas (quem nunca!) e como tinha lido num livro maluco que seu professor de Física havia lhe dado, descobre como viajar no tempo. Ele envia sua consciência através da turbina para saber o que vai acontecer e não fazer essas merdas, mas as coisas não acontecem como ele imagina.
    Ai sim entra o coelho: a sua consciência voltou, mas imaginem só. como a mente uma vai conceber uma lembrança de algo que ainda não aconteceu?
    Através do subconsciente? Visões?
    Quando Donnie conversa com o coelho, ele está conversando com ele mesmo.
    Quando sua consciência viaja, ela carrega junto a lembrança de ter matado Frank, o cunhadinho fantasiado de coelhão do capiroto (WTF!!!).
    Ele diz o que vai fazer pra si mesmo porque já fez tudo! Não tem como você se lembrar de algo que ainda não fez. Assim o looping é criado e a única maneira de quebrá-lo é morrendo, porque fazer diferente não muda o “destino”, o que vai mudar o destino é não fazê-lo, não percorrendo o que Donnie chama de “caminho de Deus”.
    E é isso, deu pra entender ou meu texto está confuso?

    Obs: a Clarisse é muito fofa!

    Forte abraço!

    • Marcos Vinicius Moreira

      É confuso. Mas a vida não o é? Muito obrigado, Raul.
      Estamos aí, sempre em guarda! Um abraço!

  • Pingback: SNN #132 – Retrospectiva 1980 | Sabre Na Noz()

  • Pingback: AlphaCast #020 – New Wave – Papo Alpha()

  • Pingback: AlphaCast #021 – La Mafia – Papo Alpha()